Lei 13.340 – hipóteses de enquadramento

Uma dúvida recorrente que tem surgido nas últimas consultas que recebo é sobre a aplicabilidade de uma recente lei que abriu a possibilidade de descontos em financiamentos rurais. Porém, poucos são os casos em que ela se aplica. O objetivo deste post é tentar esclarecer alguns de seus requisitos.

A lei em questão é a Lei 13.340/2016, cuja origem foi a Medida Provisória n. 733/2016. Por isso, pode ser encontrada referência de ambas legislações, sendo, todavia, a mesma norma, em vista de uma ser conversão da outra.

Deve ser ressaltado que nem todos os financiamentos rurais estão abrangidos por ela. Na verdade, a norma abrange somente alguns financiamentos da área da SUDENE ou SUDAM, operações cujo credor seja a União e uma situação específica do Pronaf. Todas as demais não são abrangidas por ela.

As operações que hoje estão enquadradas na lei 13.340/2016 são as seguintes:

* Dívidas contraídas com Banco do Nordeste ou Banco da Amazônia:
– Possibilidade de liquidação ou renegociação com descontos;
– Fonte de recursos da operação oriundos do FNE ou FNO;
– Empreendimento localizado na área de abrangência da SUDENE ou SUDAM;
– Financiamentos contratados até 31.12.2011.

* Dívidas contraídas com bancos oficiais federais (Banco do Brasil, Caixa, etc):
– Possibilidade apenas de liquidação com desconto;
– Fonte de recursos NÃO podem ser oriundos dos Fundos Constitucionais;
– Empreendimento deve estar localizado apenas na área de abrangência da SUDENE;
– Financiamentos contratados até 31.12.2011.
– Verificar exclusões do §3º do art. 3º

* Dívidas em que o Credor é a UNIÃO:
– Abrangência nacional;
– Dívidas devem estar inscritas em DAU (Dívida Ativa da União) ou encaminhadas para inscrição;
– Dívida deve ser oriunda de operações de crédito rural.

* Dívidas de cooperativas de produção agropecuária:
– Oriundas do PRONAF;
– Contratadas até 31.12.2010.

Vale ressaltar, posto ser uma dúvida também recorrente, que são poucas as operações em que a União seja credora. Ainda que a fonte de recursos do financiamento seja de recursos subsidiados, tais como BNDES, Pronamp, Finame, FAT-GIRO, recursos obrigatórios, etc., isto não significa que o credor seja a União. Também, se o Banco Credor for a Caixa ou o Banco do Brasil, isto não significa que as dívidas serão remetidas para a União ou inscritas em Dívida Ativa.

Portanto, se seu financiamento não se enquadra nas condições descritas acima, ele não se encaixará nos programas da Lei 13.340/2016. Para estes casos, caberá ao advogado do produtor verificar a natureza da operação, origem, enquadramento, para então observar o melhor caminho a ser tomado pelo seu cliente.

Uma das soluções, por exemplo, é a reprogramação do cronograma de pagamento, com base no que dispõe a legislação de financiamento rural. Mas isso é matéria de outro comentário, dada às varias especificidades e regras atinentes.

Tobias Marini de Salles Luz – advogado na Lutero Pereira & Bornelli – advogados associados. Contato: [email protected] / www.pbadv.com.br

Notifique-me
Avise-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Navegação Rápida

O Direito Rural
sempre com você

Participe dos grupos de WhatsApp e Telegram
e receba nossos novos artigos e novidades!

Newsletter

Quer encontrar outro artigo?

Clique no botão abaixo e busque o artigo que desejar

NOSSOS ESPECIALISTAS

Profissionais experientes no Direito do Agronegócio, prontos para lhe atender

Dr. Lutero de Paiva Pereira

Dr. Lutero de Paiva Pereira

Advogado

Autor de várias obras no campo do direito do agronegócio. Parecerista e conferencista. Membro do Comite Europeu de Direito Rural.

Currículo Lattes.

Contato: [email protected]

Dr. Wagner Pereira Bornelli

Dr. Wagner P. Bornelli

Advogado

Responsável pelo setor processual do escritório. Atua no ramo do agro, empresarial, civil e contratos.

Contato: [email protected]

dr-paulo

Dr. Paulo de Tarso R. Castro

Advogado

Atuação destacada na área processual civil, contratual, agrária e empresarial.

Contato: [email protected]

dr-adriano

Dr. Adriano R. Patussi

Advogado

Atuação destacada em direito do consumidor, civil, empresarial, tributário e processual civil.

Contato: [email protected]

Dr. Tobias Marini de Salles Luz

Dr. Tobias M. de Salles Luz

Advogado

Atua na área do agronegócio, civil, contratual e consumidor. Fundador do blog Direito Rural.

Currículo Lattes.

Contato: [email protected]

IMG_8034

Dra. Rachel Vieira Pereira

Advogada

Atuação em direito bancário e civil.

Julio César Nascimento Bornelli

Julio César N. Bornelli

Estagiário

Estudante de Direito (UEM/PR). Gestor do blog Direito Rural.

O Direito Rural
sempre com você

Participe dos grupos de WhatsApp e Telegram
e receba nossos novos artigos e novidades!

Newsletter