Endividamento dos produtores rurais – proposta da Aprosoja/RS

Foi publicado no dia 23.07.2020, no portal Notícias Agrícolas, uma entrevista com o diretor da Aprosoja/RS, Luis Fernando Fucks, onde ele aponta um passivo de R$ 700 bilhões dos produtores rurais brasileiros, os quais, agora, temem a execução das dívidas e das garantias.

Na entrevista, é apresentado um projeto da Aprosoja para que o governo possa resolver esse passivo, através de algumas medidas governamentais que poderiam ser tomadas. Para saber mais, assista o link da entrevista clicando aqui.

O fato que queremos chamar atenção é a afirmação feita pelo diretor da Aprosoja do risco que a nova Cédula Imobiliária Rural (CIR) poderá trazer ao agro brasileiro (4m50s do vídeo), já que este é um título extremamente vantajoso ao credor, o que poderá agravar ainda mais a situação dos produtores brasileiros.

O blog Direito Rural já alertava sobre o risco desse novo título desde o momento do envio da Medida Provisória pelo governo, redigida pelo Ministério do Agricultura. Veja o que alertamos naquele momento: A lei do agro chegou – cuidado, A arapuca da Cédula Imobiliária Rural, MP 897/19 – Cédula Imobiliária Rural (CIR).

Vamos torcer para que os representantes políticos do setor agrícola na Câmara de fato olhem para o setor produtivo primário e venham a efetivamente criar medidas para solucionar o endividamento agrícola.

Tobias Marini de Salles Luz – advogado na Lutero Pereira & Bornelli – advogados associados. Contato: [email protected] / www.pbadv.com.br

Deixe uma resposta

Receba, em primeira mão, artigos, leis e novidades do Agro. Conteúdo sempre relevante, simplificado e direto ao ponto.