BB renegociará dívidas com avicultores e suinocultores

Agrolink – A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou em nota, na sexta-feira (06.07), que o Banco do Brasil (BB) irá renegociar as dívidas de avicultores e suinocultores. A medida foi lançada com o objetivo de minimizar os prejuízos causados pela paralização dos caminhoneiros e pelos embargos de outros países sobre a exportação da carne brasileira.

De acordo com a ABPA, a instituição irá apresentar “medidas simplificadas de prorrogação de dívidas rurais” para parcelas vencidas em 2017 ou com prazo de vencimento em 2018. Francisco Turra, presidente da Associação, afirma que o banco compreende que o momento difícil para a agropecuária e tomou essa decisão de maneira inteligente e na hora certa.

“A compreensão da diretoria do Banco do Brasil à situação do setor vem em um momento fundamental, em que a cadeia produtiva busca se reestruturar após os embargos de exportação e fortes prejuízos causados aos avicultores e suinocultores pelos bloqueios nas estradas”, comenta.

A medida engloba alternativas específicas para custeio, com pagamento de 30% da dívida no ato quitação e o restante em duas parcelas, que iniciam somente no ano que vem. Os produtores de suínos ainda terão a chance de conseguir linhas de créditos para retenção de matrizes, com o prazo de pagamento de até dois anos.

Nesse cenário, as taxas de juros serão de 6% ao ano para agricultores enquadrados no Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e 7% ao ano para os outros produtores. Estavam presentes no dia do anúncio o diretor executivo da ABPA, Ricardo Santin, o vice-presidente de Agronegócios do BB, Tarcísio Hübner, e o diretor de Agronegócios do BB, Marco Túlio Moraes da Costa.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems
Acesso em: https://www.agrolink.com.br/noticias/bb-renegociara-dividas-com-avicultores-e-suinocultores_408833.html?utm_source=agrolink-clipping&utm_medium=email&utm_campaign=clipping_edicao_6197&utm_content=noticia

Compartilhe

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *